4

Mouse

Posted by Telma Myrbach on 15 de setembro de 2012 17:03 in , , ,


Gente...
Sei que tô em falta por aqui.
Tenho o desafio do Baltazar e agora o do Kbeça (aquele do cara com a mulher fatal doente mental, desencanei)... tô com muito trabalho e um projeto a ser feito agora para frutos serem colhidos a longo prazo e isso tá me enlouquecendo...
... então, sejam generosos e desculpem minha ausência.
Sinto falta.
Esse desafio é uma “rapidinha”, ok?
Vamos a ele!

.¸¸.*♡*.¸¸.*☆*¸.*♡*.¸¸.*☆*.¸¸.*♡*.¸¸.*☆* .¸¸.*♡*.¸¸.*☆*¸.*♡*.¸¸.*☆*.¸¸.*♡*.¸¸.*☆*

Uma mulher (esposa) limpa a casa, vassoura na mão, enquanto dança ao som do clip (veja abaixo) que está sendo reproduzido por uma TV na sala.

Ambos aparecem no foco da câmera. Mulher dançando do lado direito.

A câmera muda para o homem(marido) que bate com o mouse na mesa, em frente ao PC, de costas para a câmera, reclamando:  (ainda ao som da música “I believe em miracles”, mas sem mostrar o clip)
- Esse mouse é uma droga. Clico e ele não responde. Bem que vovó já dizia que quando o milagre é grande demais, o santo desconfia. O barato saiu caro!
Fim do clip de vídeo.
Marido joga o mouse no chão, logo após a vassoura do vídeo matar o rato, a esposa bate a vassoura do mouse jogado ao chão.
Mulher surge com novo mouse no foco na câmera, sozinha:
- Não acredite em milagres, acredite em honestidade: o novo mouse da Retalhos Assimétricos, cumpre o que promete.
CORTA!
 .¸¸.*♡*.¸¸.*☆*¸.*♡*.¸¸.*☆*.¸¸.*♡*.¸¸.*☆* .¸¸.*♡*.¸¸.*☆*¸.*♡*.¸¸.*☆*.¸¸.*♡*.¸¸.*☆*
(esse comercial será exibido em horário nobre na Globo. Iremos embolsar uma fortuna! 

|
Gostou?
5

Copos DuraPlast

Posted by Olhos Celestes on 14 de setembro de 2012 22:06 in , , ,

Resposta ao desafio do comercial proposto pelo Kbeça, espero ter feito certo:

Copos DuraPlast

"O cenário é um escritório com várias mesas e funcionários trabalhando muito concentrados. A câmera foca o filtro de água, um rapaz alto e magro, de cabelos claros e vestindo um terno azul escuro, se aproxima do filtro com a expressão cansada, passa a mão na testa para tirar o suor e faz cara de sede colocando a língua para fora. A câmera foca a mão do rapaz retirando um copo plástico do suporte, o copo amassa na mão dele, ele retira outro copo, que também quebra. A câmera foca a expressão irritada dele e novamente a mão dele tirando um copo do suporte, dessa vez o copo sai inteiro, ele coloca o copo debaixo do filtro e o enche, quando vai levá-lo à boca o copo amassa e quebra, molhando-o inteiro. A câmera mostra o rapaz olhando irado para o terno todo molhado, ele abre os braços e dá um grito de incredulidade e raiva, quebrando o silêncio da cena.
A imagem fica lenta e toca uma musica lenta de piano, o rapaz pega o filtro de água e joga no chão, todos que estão no escritório olham assustados para ele, alguns já se levantam e vão se afastando, o rapaz caminha até as mesas e começa a quebrar tudo, jogar material e papéis no chão, joga também um monitor e uma impressora que se estraçalham no chão enquanto todos os funcionários saem correndo em pânico.
O cenário muda, um fundo preto com um ator famoso atrás de uma mesa com alguns copos sobre ela. Ele fala:
— Não deixe que isso aconteça com a sua empresa, compre copos de qualidade para quem faz um serviço de qualidade e para quem quer um serviço de qualidade. – Ele sorri e pega um copo. – Copos plásticos descartáveis DuraPlast, o copo que não quebra e só acaba com sua sede, nunca com sua paciência.
Ele pisca sensualmente apertando o copo até o mesmo ficar totalmente dobrado sem quebrar."

- CORTAA!

|
Gostou?
6

Absorve 3000

Posted by Baltazar Escritor on 13 de setembro de 2012 14:00 in , , , , ,
Respondendo o desafio do KBeça.





“Uma música de Juca Chaves ao fundo.

‘Cagar é bom quando a gente tá em paz,
Ouvindo n’água o som
Que a merda caindo faz...’

Um homem loiro sorri pra câmera. Lentamente ele arria as calças e, ainda com aquele sorriso branco e perfeito, senta no vaso sanitário”.

— CORTA! CORTA!
— O que foi, diretor?
— Está tudo errado. Não é propaganda de pasta de dente, parem de focalizar a boca do ator e baixem a câmera para o que realmente interessa.
— Mas é uma propaganda de tampa para vasos sanitários. Se baixarmos a câmera...
— Se baixarmos a câmera...? O que te preocupa? Deixa que eu respondo. Nada, nada te preocupa porque eu é que decido onde a câmera foca, eu que mando nessa bagaça. Me responda, quem é o diretor?
— O senhor.
— E o que deve ser feito?
— Baixar a câmera.
— Tudo entendido? Ok. Tomada dois!

“A música de Juca Chaves toca de novo, desde o começo. Desta vez o homem loiro está de costas para a câmera, ele olha pra trás e dá uma piscadela. O som de um zíper se abrindo se sobre põe à música”.

— CORTA!
— O que foi agora diretor?
— O que foi? Tudo foi! Pra começar, quem mandou ele ficar em pé? E quem mandou ele ficar de costas também?
— Foi a única maneira que encontramos de filmar o que interessa sem correr o risco de não poder passar a propaganda em horário nobre.
— E o roteiro, a música e o produto? Vamos ter que mudar também?
— ... ...
— Alguém ligue pro fabricante. Isso,passe esse telefone pra cá. Alô, com quem eu falo?
— Alô, aqui é a Rute, quem é você?
— Oi Rute, sou o diretor do comercial que a empresa de vocês encomendou, precisamos tirar umas dúvidas.
— Cadê o Brizola?
— Que Brizola?
— Meu marido. Eu estava falando com ele e de repente estou falando com você.
— Droga! Brizola, pegue esse telefone e diga pra sua mulher que está em horário de serviço e não pode mais falar com ela.
— Senhor, a fabricante está na linha.
— Obrigado senhorita Rocha. Estão vendo? A estagiaria é mais eficiente que todos vocês! Agora silêncio, por favor. Alô.
— Absorve Mais, a líder em banheiros.
— Ah. Alô, eu...
— Para adquirir nossos produtos,tecle um...
— Droga. Odeio secretaria eletrônica.
—... para reclamações tecle três...
— Alguém traga meus calmantes, acho que vou explodir.
—... para falar com um de nossos atendentes tecle sete...
— Vai ser esse mesmo. Onde é o sete nesse celular? Tudo bem, achei, tudo sob controle.
— Absorve Mais, atendimento ao consumidor, boa tarde.
— Boa tarde, gostaria de...
— Desculpe senhor, com quem estou falando?
— Aqui é Renan Bravareis, o diretor do...
— Qual os três primeiros dígitos do seu CPF senhor Renan?
— Zero, três e cinco. Mas eu gostaria de falar com o responsável pelo marketing e...
— Não temos o seu cadastro no nosso sistema senhor Renan, o senhor poderia informar os seus dados para que eu possa estar iniciando o seu cadastro?
— Mas eu não quero me cadastrar, quero falar com alguém da área de marketing!
— Tudo bem, senhor. Eu vou estar transferindo a sua ligação. Aguarde.
— Ei... Ei... Droga. Odeio essas musiquetas, elas me dão sono. Senhorita Rocha, me traga um energético.
— Mas o senhor acabou de tomar os calmantes e...
— FAÇA O QUE EU MANDEI! 
— Absorve Mais, a líder em banheiros. Com quem eu falo?
— COM O DIRETOR PO%R@!
— O quê? Desculpe, não entendi.
— Eu disse que é com o di... ora, esqueça. É do departamento de marketing?
— Sim senhor.
— Aqui é Renan Bravareis, o diretor do comercial da nova tampa para vasos sanitários, a Tampa Absorve 3000. Estamos com uma divergência, talvez o comercial só possa passar depois das 00h00, por causa do conteúdo.
— O senhor tem que falar com a equipe de mídia. Vou estar transferindo a sua ligação.
— Espere! Droga, essa musiqueta de novo. Alguém me de algo para mastigar.
— Aqui está senhor.
— Obrigado.
— Absorve Mais, a lid...
— EU SEI QUEM VOCÊS SÃO. Eu quero saber o que eu faço para...
— Tu... Tu... Tu...
— Caiu a ligação. QUE MARAVILHA! TUDO DO QUE EU PRECISAVA. Uii.
— O que foi senhor?
— Minha barriga. O que é isso que me deram pra comer?
— Pastel.
— Pastel de quê?
— Acho que é de camarão com queijo.
— Camarão?! Onde fica o banheiro?
— Só tem banheiro no outro galpão, o senhor vai ter que sair e dar a volta por trás do prédio.
— Não vai dar tempo.
— O que vai fazer então?
— Ninguém olhe pra cenografia. Quem espiar será demitido. Sai da frente!
“O cenário, uma casa comum, um homem loiro está prestes a entrar no banheiro quando é empurrado por um senhor de terno que chega já afrouxando a gravata.
—Sai da frente!
Ele bate a porta na cara do loiro e sem nenhum pudor arria as calças. A tela fica embaçada e o homem solta sons guturais de prazer, a imagem corta para um teipe da Tampa Absorve 3000, o locutor recita o slogan.
— Absorve 3000, a única que libera particulas purificadoras de ar. Você não vai querer sair da privada!
A imagem volta para a tela embaçada do banheiro, um letreiro aparece com os dizeres: Três horas depois.
— Que maravilha. Isso é bom demais — diz o homem.
A música do Juca Chaves toca durante todo o comercial.

‘Cagaré bom quando a gente tá em paz,
Ouvindo n'água o som
Que a merda caindo faz.

Cagar molinho,
Cagar durinho,
Cagar soltinho,
De qualquer jeito de qualquer maneira,
Até quando é caganeira

Cagar é bom,
É muito bom,
Cagar é bom demais

Tim tim tim...
Tibloft tibloft tibloft plum tibloft plum’.”

|
Gostou?
2

Batata Quente (1) - Parte 6

Posted by Olhos Celestes on 12 de setembro de 2012 17:28 in , ,

Não houve nenhum som, o tempo pareceu parar enquanto Joana vislumbrava aquela luz que quase a cegava transpassar pelo corpo de Thomas. Já não sabia se a luz vinha do cetro ou dele, mas emanava de um jeito assustador. Lentamente, como se aquilo tivesse durado uma eternidade, ela viu Thomas crescer, ele pareceu ficar mais alto, mais forte, como se estivesse se transformando num monstro pior do que já era, um monstro muito além do seu potencial de maldade humana.
Thomas levantou o cetro, apontando-o para o céu, e gargalhou, uma gargalhada sinistra, ecoada, amedrontadora. Tudo não durou mais de um minuto, mas pelo poder que o cetro tem a quem o vê, pareceu uma eternidade. Um tremor involuntário tomou conta do corpo de Joana, agora ela começava a perceber o motivo pelo qual deveria proteger aquele cetro com sua própria vida, percebeu o poder que ele tinha e como poderia causar a destruição do mundo inteiro se caísse em mãos erradas.
Thomas olhou para Joana, percebendo que ela o observava. A luz já havia enfraquecido, mas não o poder que agora ele detinha, seus olhos estavam furiosos e cheios de maldade, Joana percebeu traços vermelhos neles. Ele riu mais uma vez, parecia louco, e com um leve movimento do cetro em direção à ela criou uma rajada de vento extremamente forte e cortante, que a jogou a três metros de distância, ela bateu de costas em uma câmara mortuária, perdendo a consciência.
Thomas saiu andando sem olhar para trás, um meio sorriso alucinado na face, segurando o cetro bem forte, seus passos pareciam de um rinoceronte, sua mente começava a planejar por onde começaria a dominar o mundo.
Joana acordou em um quarto de hospital, ainda amedrontada tentou se levantar e sentiu fisgadas de dor por todo o corpo, só então percebendo que estava ligada a um aparelho que media seus batimentos cardíacos e ao soro. Percebendo que ela acordou um enfermeiro entrou no quarto.
— É bom que não se mexa muito moça, ou vai piorar. Está sedada mas ainda pode sentir um pouquinho de dor, as fraturas foram muito sérias.
— Fraturas? – Joana sussurrou, assustada.
— Pois é, quebrou três costelas e teve duas fraturas na perna esquerda, precisou de cirurgia e vai passar por mais umas duas pelo menos. Além de ter um dedo da mão quebrado e vários hematomas. Afinal o que aconteceu com você? O guarda do cemitério que te deixou aqui não soube explicar o que houve.
— Eu preciso sair daqui. Eu preciso detê-lo! — Joana começou a tentar se levantar, gritando.
— Moça, não, você não pode... — O enfermeiro segurou-a na cama Ouvindo a gritaria outra enfermeira entrou correndo no quarto e aplicou uma injeção para sedá-la totalmente.
“Eu preciso... eu preciso... jurei proteger aquele cetro com a minha vida, agora ele está nas mãos de Thomas e a culpa é minha... eu não posso ficar aqui... quem vai detê-lo agora... quem vai salvar...” Foi só o que Joana conseguiu pensar antes que a inconsciência chegasse.

************

E agora que a Joana está fora da jogada, quem poderá deter Thomas? Deixo essa Batata Quente para quem quiser se aventurar agora.

|
Gostou?
1

Comercial

Posted by PatyDeuner on 11 de setembro de 2012 21:28 in , ,
Retalhenses,
achei esse comercial tão fantástico e criativo que queria compartilhar aqui no nosso blog. Muito bacana mesmo! Além da bebida ser uma preferência nacional.


|
Gostou?
7

Novo modelo de Desafios

Posted by Kbeça on 13:24 in , ,


Olá Retalhenses!

Vim em socorro de minha amiga Paty e proporei um novo desafio. Mas, não um desafio qualquer. Nem tão pouco um já batido e usual. Desta vez é algo realmente diferente. Vocês terão que criar um roteiro de comercial. Isso aí: comercial. "Mas, Kbeça, como faz?" Titio Kbeça explica.

Eu desafio a vítima o colaborador com um tema e ele terá que criar uma cena de comercial com atores, cenário, situação, trilha, tempo, etc. Tudo muito bem explicado e detalhado.

Vou usar como exemplo um comercial de margarina explicado por um publicitário no programa Jô Soares Onze e Meia (infelizmente não achei o nome dele).

É manhã.
O cenário é uma cozinha muito ampla com os eletrodomésticos e uma mesa no centro.
Os personagens são a mãe, o pai, uma filha mais velha e um filho mais novo. Todos loirinhos e vestindo branco.
A musica de fundo é "Quatro estações" de Vivaldi.
A mãe está na pia pegando um jarro de suco, o pai está sentado a mesa lendo um jornal, a menina vem se aproximando da mesa, enquanto o menino desce as escadas correndo. A mãe se aproxima da mesa com o jarro de suco, o pai baixa o jornal, a menina se senta e o menino simplesmente pega uma fatia de pão e passa a margarina. Ele morde, faz uma cara de felicidade, todos sorriem, a câmera dá um zoom no pote de margarina, entra o locutor fala o nome da margarina e o bordão. Fim de cena.

É isso.

Desafiados:

Nanda - Comercial de pantufas
Olhos - Comercial de copos plásticos descartáveis
Balta - Comercial de tampa de vaso sanitário
Paty - Comercial de bandeja de garçom
Lívia - Comercial de incenso
Telma - Comercial de mouse
Drica  - Comercial de sacos plásticos
Marcinha - Comercial de termômetro

Se alguém quiser filmar um comercial do seu produto, ganha pontos extras. XD

Espero que gostem da ideia e aceitem o desafio. Depois de todos responderem, podem me desafiar com um comercial.


|
Gostou?
1

Tudo é uma questão de estímulo! ;-)

Posted by Nanda Cris on 9 de setembro de 2012 20:03 in , , , ,
Adorei esse vídeo:


Vcs não, meninas?

|
Gostou?

Copyright © 2009 Retalhos Assimétricos All rights reserved. Theme by Laptop Geek. | Bloggerized by FalconHive.