4

Sonhos...

Posted by Samantha Freitas on 14 de março de 2013 06:00 in , , ,
Sorri de leve e me ajeitei melhor na cama. Dei uma gemidinha e percebi que estava sonhando.

Percebi que era um sonho, porque minha realidade alternativa estava em tons de cinza...

No sonho, eu estava caçando. No começo, eu estava sozinha. Andava devagar, tomando o maior cuidado para não espantar minha presa, eu a tinha visto passar rapidamente há alguns minutos e agora só podia contar com os meus instintos.

Encostei atrás de uma parede e me preparei. Olhos atentos a qualquer movimento, fiz o maior silêncio possível e com meus ouvidos treinados, eu seria capaz de ouvir até mesmo um pingo de água caindo da torneira a metros de distância.

Sempre fui paciente. Mesmo nos sonhos, eu conseguia me concentrar e manter o foco no objetivo. E aquela caçada se repetia no mesmo sonho há dias sem que eu nunca conseguisse terminá-la antes de acordar.

Remexi de leve meu corpo. Se era mesmo um sonho - e eu começava a duvidar, mesmo com os tons de cinza - porque dessa vez eu não acordava? Eu já tinha passado da parte que se repetia, será que finalmente agora estaria acontecendo de verdade???

Estiquei uma perna... E a outra... Eu estava pronta. O cheiro de minha presa era tão forte, que pude perceber. Eu me preparei para atacá-la e então...

Caixas caíram sobre mim. É... Era um sonho mesmo... Na minha frente surgiu uma espécie de caixa gigante de papelão. Dentro dela, muitas caixas menores. Eu sabia que precisava entrar e que aquilo fazia parte da missão, então o fiz.

Fora da caixa estava frio, quando entrei, senti inicialmente o calor me envolver e me acomodei. Esqueci momentaneamente da caçada em que eu estava há alguns instantes e me senti subitamente cansada.

Será que se eu dormisse no meu sonho, eu acordaria na vida real??? Fechei os olhos no meu sonho e me acomodei esperando o que viria em seguida. Agora, o sonho estava começando a ficar imprevisível.

Virei meu corpo lentamente sem abrir meus olhos. Com os olhos ainda fechados e ainda estando acomodada, por um instante fiquei em dúvida se ainda estava sonhando ou já tinha voltado ao meu mundo e estava naquele estágio semi-acordada.

Dei uma leve gemida e um sorriso, prolongando aquela sensação de bem estar, até sentir seus braços carinhosos acariciando minha cintura de leve. Estava adiando o momento de acordar e me mantive alguns minutos, imóvel, recebendo seu carinho.

Até que aquela posição ficou incômoda demais. Então, suspirei feliz e me espreguicei, esticando meu corpo ao máximo.

Bocejei, abri meus olhos devagar, piscando de leve com a claridade. Encontrei seus olhos gentis e trocamos aquele olhar terno de amor.

Lambi sua mão que continuava me acariciando e ronronei baixinho para expressar minha felicidade.

Mais um dia de gata se iniciaria...













|
Gostou?

4 comentários:

  1. Um sonho pela visão da Katniss, imagino! Rs.
    Ela te contou isso tudo!?

    Não achei nada de errado e achei o texto bem surpreendente.
    Primeiro imaginei que vc era uma vampira. Depois apenas uma louca que adorava gemer. Até que lambeu a mão de alguém e eu ficou confusa e pensei: Owth! Que eca! kkkk.

    Muito bom!

    ResponderExcluir
  2. Sim... A Katniss me contou!
    Aliás, descobri que é muito mais fácil escrever sob a visão de outras pessoas... Imaginar o que elas diriam e pensariam...

    O lance da caçada foi proposital... para lembrar de crepúsculo ;-)

    Obrigada, Nanda!

    ResponderExcluir
  3. Muito bom o texto, Sammoka!
    Surpreendente, realmente! Como foi um sonho bem peculiar, imaginei que não fosse seu... mas nunca me ocorreu que vc estivesse na visão da gata! O lance das caixas de papelão foi muito bem sacado... parabéns mesmo!

    ResponderExcluir
  4. hahaahahahhaha
    tudo isso pra descobrir q no final era uma gata?!
    rsrsrs
    Nao imaginei q era uma gata, ri um bocado no final.
    Adorei o texto Sammy!

    ResponderExcluir

Comenta aê!

Copyright © 2009 Retalhos Assimétricos All rights reserved. Theme by Laptop Geek. | Bloggerized by FalconHive.