9

Desafio da Imagem - by Sammy Freitas

Posted by Samantha Freitas on 25 de janeiro de 2013 07:00 in , , ,
Para Sammy: Escolhi uma imagem mais surreal pra testar sua criatividade Sammy. Já senti que você é mais acostumada a lidar com estórias  cotidianas e motivacionais, então resolvi lhe dar um verdadeiro DESAFIO!!!





Michele adormeceu com o doce som do bater das suas asas. Ela sempre ouvia sua voz cálida cantando aquele cantiga que lhe provocava um sono lento e uma indescritível vontade de saltar para o futuro e esquecer. 

E dormiu serenamente, como em todas as noites desde que conheceu Theliel. 

Theliel. O anjo príncipe do amor. Alguns dias atrás estava infeliz, achando que não seria mais capaz de amar. Achou que Afrodite havia atendido seus pedidos e restabelecido sua capacidade de amar, mas não! Quem diria que um anjo teria feito isso!

Logo ela... que não acreditava em anjos... nem em santos... Michele era uma bruxa! Seus conhecimentos e crenças restringiam-se aos deuses e aos elementos da natureza, passando por representações dos elementos, como fadas e duendes. Engraçado acreditar em fadas e não em anjos... Mas anjos, são representações cristãs. E ela era pagã.

Sua estória começou ao acordar no Arpoador depois de uma noite desesperada. Acordou com a certeza de seu despertar para o mundo. Assistiu ao sol nascendo, enxergando cada detalhe de toda aquela beleza. E então... ouviu um barulho atrás de si.

Levantou rapidamente pois sabia da quantidade de assaltantes e viciados que rondavam o local. Quando virou-se, por um instante, uma luz a cegou. Havia um homem lindo parado à sua frente... Iluminado pelo restante de estrelas que teimavam brilhar no céu. Seus olhos mudavam de cor e refletiam sua luz.

Deu um sorriso e percebeu que poderia estar sonhando... uma leve dor nas costas e no pescoço pela noite apoiada nas pedras pareciam dizer que não era um sonho...

Ele não disse uma palavra sequer, e então, quebrando o encanto do momento, Michele falou:

- Quem é você que encanta meus olhos? Você é real ou faz parte de minha imaginação?- Michele riu neste momento. É isso mesmo? Ia falar como se fosse um conto de fadas? Sim... ia... um momento mágico, pedia palavras mágicas!

O homem não se mexeu e nem respondeu. Simplesmente desapareceu diante de seus olhos. 

Magoada, Michele nem tentou procurar. 

- Só faltava essa... era um sonho e eu estava delirando... Nem para ter sonhos eu sirvo! Até nos sonhos, homens lindos e aparentemente perfeitos, fogem de mim...

Desceu as pedras resmungando e voltou para casa. No caminho, um  engarrafamento. Pacientemente, tamborilou os dedos no volante e ligou o rádio. Tocava "Angel" da Sarah Mclaine. Sorriu de leve... A música de seu filme romântico favorito: "Cidade dos Anjos"... fechou os olhos e cantou junto, sentindo as lágrimas descendo pelo seu rosto.

"Que música triste..." pensou... e mesmo com esse pensamento, não trocou de estação. 

Quando a música terminou, não sentiu a tristeza e agonia que costumavam acompanhar a música. Estava em paz... 

E foi neste momento, que ela o viu de novo... O homem lindo e maravilhoso que desaparecera diante de seus olhos... E o mais estranho... Ele estava sentado no banco ao seu lado, no mesmo lugar que no instante anterior só havia sua bolsa.

Sua primeira reação foi medo. Estava alucinando! E então, ele falou...

- Michele... não tenha medo. Ouvi seus pedidos. Sou Theliel, o anjo do amor. Vim proporcionar a você uma experiência única. Vi seus atos de bondade, vi sua compreensão, vi sua entrega e seu amor pelo próximo. E sobretudo, eu vi sua vontade de mudar. Eu vim para te ajudar nessa transição.

- Porque você não me disse isso antes? Poxa... sumiu de repente... Nem me deu seu telefone... - Michele sempre fazia isso... era sarcástica quando estava assustada. E bem... se tinha que conversar com sua imaginação, porque não começar dando uma bronca?

- Não sou como Deus. Não sou onipresente. Nós anjos, temos algumas regras a seguir. E eu precisava ajudar uma outra pessoa, com uma urgência maior.

- Ah... claro... Você se apresenta para mim, mas já tem outros casos a resolver... típico... Só pode ser pessoal...

O anjo suspirou e disse devagar: 

- Não sou fruto de sua imaginação. Você não está enlouquecendo e nem falando sozinha. Posso te provar com extrema facilidade... 

E, dizendo isso, o anjo chamou um vendedor que estava no engarrafamento e comprou uma garrafa de água. Nesse momento, Michele realmente se assustou. Havia um HOMEM no seu carro, se dizendo anjo e que sabe-se lá como, entrou no seu carro sem que percebesse... Isso sim era assustador. Já estava pronta para gritar, quando abriu a boca e nenhum som saiu dela.

Theliel disse:

- Sei que parece assustador, mas peço-te somente que confie em mim. Que tal conversarmos um pouco sobre a oportunidade que eu lhe trouxe?

Assentindo a cabeça devagar, sentiu suas palavras inundarem sua boca. Tropeçou nelas e gaguejando, formulou uma frase confusa:

- Como pode... quando isso... de que maneira... eu não entendo... isso não é normal...

- Há muitos anos, por ordem superior, nós anjos, fazemos uma lista de pessoas. Ela não é muito grande. Mas normalmente entram nela, as pessoas que de alguma maneira, desejam fazer uma diferença positiva no mundo. Observamos por um tempo e concedemos um desejo. Mas não algo que esta pessoa peça. Sabe, Michele (ela estremeceu ao ouvir seu nome pronunciado de forma tão doce), nós decidimos, o que aquela pessoa mais precisa e aí, concedemos a ela. Nenhum humano jamais saberia o que pedir. Você foi uma exceção. Pediu aos deuses, justamente aquilo que já estávamos prontos a te conceder. Você pediu Capacidade de Amar Incondicionalmente. Para você... não era suficiente amar ao próximo e fazer o bem. Você queria constituir família, mas tinha medo de não ter suas expectativas preenchidas. Então, de certa forma, o que você pediu, foi apenas... Coragem. 

- Sim, anjo... eu pedi tudo isso. Mas você não acha que é muito difícil assimilar tudo isso assim de repente... Veja bem... eu sou uma pessoa muito cética. Sou do tipo que só acredita vendo e mesmo vendo, não necessariamente posso confiar em meus olhos.

E foi assim que Michele conheceu Theliel. Esse foi apenas o primeiro de muitos encontros. Sentavam juntos para conversar nos lugares mais estranhos. Numa das vezes, ele a levou para a biblioteca. E conversaram em silêncio. Theliel lhe explicava que não bastava abrir seu coração. Ela teria que ser capaz de aceitar o amor. 

Michele se apaixonou. Sabia que ia sofrer. Ele era um anjo, ela humana. E esse não era um filme hollywoodiano. Além disso, ela não tinha a menor intenção de morrer ou que ele deixasse de ser anjo. Então, a cada encontro, mais ela se apaixonava e mais sofria. 

Então, numa noite, sem mais explicações, Theliel disse que ia embora. Ela se desesperou. Desde que o conhecera, passara a dormir bem e estava mais feliz. E agora... ele iria embora.

- Porquê? 
- Por que você já é capaz de amar. Por que você está apaixonada. E por que eu sou um anjo. Lembre-se Michele de tudo que eu lhe ensinei. Em você, há um universo inteiro em permanente construção. Você pensa que não está pronta, mas na verdade, ninguém nunca estará. Estarão sempre mudando...

Michele começou a chorar e aquele anjo, apiedou-se novamente. Contra as regras, prometeu-lhe dormir a seu lado e fazer com que ela se esquecesse dele, mas lembrasse dos ensinamentos. 

Deitaram juntos e o anjo cobriu seu corpo com todo seu esplendor. Pela primeira vez, abriu suas asas e a fez adormecer num dossel de nuvens e carícias.  

Michele acordou no Arpoador. O sol nascia, e o toque de alvorada soava no Forte de Copacabana. 

Levantou-se rapidamente e olhou a volta. Um sonho.... 

Desceu as pedras com cuidado e entrou em seu carro esperando ver seu anjo. 

Ele nunca mais apareceu, mas ela guardou uma pena solitária que achara no banco do carro sorrindo para ela...




--------------------
Para mais referências sobre a estória de Michele, leia aqui.















|
Gostou?

9 comentários:

  1. Sammy, sua estória é como uma fábula...ou um mito. Muito interessante você ter vinculado uma estória à outra. Gostei muito disso. Quando ela acordou no Arpoador eu fiz a conexão e tive que sorrir.

    "Em você, há um universo inteiro em permanente construção. Você pensa que não está pronta, mas na verdade, ninguém nunca estará. Estarão sempre mudando..."
    Esse trecho é perfeito!

    E você dizendo que tinha dificuldades com esse tema hem?

    ADOREI!!!!
    Parabéns de novo! ^^

    ResponderExcluir
  2. Sammy, realmente muito legal unir as 2 estórias! Mandou bem, garota.

    Não achei nada que gritasse no seu texto, então, dessa vez, seu ovo não tem pelos e está totalmente depilado, rsrs (no bom sentido, é claro)

    Agora, vcs analisem comigo: que anjo fídapu!
    O cara vem, ensina a garota a amar ELE e METE O PÉ?! Pode isso, Bial?
    Pombas, ensinava a guria a amar o padeiro, o leiteiro, o entregador de pizza... de preferência alguém solteiro e hetero. Mas não... tinha que fazer a coitada se apaixonar por ele. Na boa, se esse Theliel vier me ajudar em algum momento, vou falar pra ele que não precisa não, que eu me viro. Rs.

    ResponderExcluir
  3. Análise profundíssima essa da Nanda! kkkkkkkkkkkkkkkk
    Anjo fidapu! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Ah Sammy, chorei, assim num vale fika me fazendo chorar :(
    Adorei adorei! E o jeito como você usou o desafio para continuar o outro conto, adorei tbm! ^^
    Mas deu uma peninha mesmo, poxa! Que droga q ela só sofre, tadinha...

    ResponderExcluir
  6. Sammy, que lindo! Me fez chorar também, nossa... A temática foi linda, e muito bem desenvolvida. "- Quem é você que encanta meus olhos? Você é real ou faz parte de minha imaginação?- Michele riu neste momento. É isso mesmo? Ia falar como se fosse um conto de fadas? Sim... ia... um momento mágico, pedia palavras mágicas!" Esse trecho foi encantador! Outro trecho realmente lindo, concordo, foi o sobre nunca se estar preparado. O Amor não dá garantias. A gente sofre. Mas, mais vale uma vida colorida por amores e dores do que o tédio de sentir o coração batendo apenas para bombear o sangue. Queremos amar e ser amados, queremos nos emocionar. Tem Anjos que entram nas nossas vidas e mesmo não podendo ficar para sempre, fazem toda a diferença. Há lembranças mais doces e acochegantes que uma presença.

    ResponderExcluir
  7. Ahhh meninas... que bom que gostaram...

    Mas Paty, eu tapeei vocês... Em tese, o desafio deveria conter algo sobrenatural, sobre anjos e tal... e no fim, ela nem mesmo sabe se o que aconteceu foi real... vai que deixaram um despacho perto do carro e uma pena de galinha entrou pela porta? rsss

    Sim, Nanda, você tem razão.. O Theliel não deveria ter feito isso, mas a intenção dele não era que ela se apaixonasse por ele. Ele estava ensinando a ela a amar, mas também, a burra vai se apaixonar justo por um anjo...

    Só sei que depois que escrevi e a Nanda começou a chamar o anjo de fidapu, eu deixei de dizer: "Durma com os anjos" para meus amigos...

    Agora a moda é dizer: "Durma com os pequenos Gui's"

    Obrigada pela força meninas... E vou ver se acho algum pêlo em ovo, já que o nervosismo da estréia passou, rs

    ResponderExcluir
  8. Ah, eu não acho que rolou uma tapeada não por que... foi real! Foi real no coração da Michele e no meu também... afinal de contas, é assim que os anjos são, a gente nunca tem certeza de nada, só sente. E eu nem mesmo creio que o Theliel tenha passado imune a essa experiência, acho que ele se apaixonou pela Michele também. A paixão é assim, a gente pensa "eu tenho tudo sob controle, eu paro quando quiser parar." Uhum, vai nessa! Até os anjos podem suspirar feito adolescentes; é nisso que eu acredito, meeeesmo.

    ResponderExcluir
  9. Fantástico, Marcinha... Você está coberta de razão! Até esqueci de falar...

    Teve um lance que você escreveu, que eu amei também...

    "mais vale uma vida colorida por amores e dores do que o tédio de sentir o coração batendo apenas para bombear o sangue."

    Muito foda!

    ResponderExcluir

Comenta aê!

Copyright © 2009 Retalhos Assimétricos All rights reserved. Theme by Laptop Geek. | Bloggerized by FalconHive.